Piolhos?! Aqueles bichinhos que adoram as nossas crianças!

Piolhos?!  Aqueles bichinhos que adoram as nossas crianças!

As crianças são as maiores vítimas dos piolhos, porque têm um maior contacto entre si, principalmente as que frequentam a creche ou a escola. Assim que inicia o período escolar, começa a preocupação dos pais.

 

O que são os piolhos?

Insetos pequenos que normalmente parasitam no couro cabeludo e provocam uma doença chamada de PEDICULOSE. Alimentam-se de sangue e depositam os ovos nos fios de cabelo. Um piolho tem a esperança de vida de 1 mês.

 

Quantas espécies de piolhos existem?

As espécies que parasitam no Homem são: o piolho da cabeça, chamado Pediculus Humanus Capitis; o piolho da região pubiana (sim, eles existem), chamado Phthirus Pubis; e o piolho do corpo, chamado Pediculus Humanus Corporis.

 

Qual a esperança de vida e como ocorre?

Os piolhos passam por três fases de desenvolvimento, sendo que na primeira fase, é a Lêndea (fêmea do piolho) que coloca os seus ovos nos fios de cabelo.

Numa segunda fase, após 7 a 10 dias da ovulação da lêndea, os ovos deitam para fora as ninfas. De 9 a 12 dias depois, chegam à sua fase adulta, os chamados Piolhos.

Por fim, na terceira fase, os piolhos vivem cerca de 30 dias, alimentando-se do sangue e vão acasalar, reiniciando o ciclo novamente. Cada Lêndea produz 150 a 300 Ovos.

 

A falta de higiene é que provoca o aparecimento dos piolhos?

Não. Isso é um mito muito antigo, mas puramente falso. Independentemente da idade ou sexo, qualquer pessoa pode “apanhar” piolhos. Até porque os piolhos preferem os cabelos mais limpos!

 

Como acontece a sua transmissão?

Pode acontecer devido a contacto direto com uma outra pessoa/criança que já os possua, ao encostar as cabeças uma na outra ou devido à partilha de objetos pessoais como o pente, a escova, bonés, chapéus, capacetes, travesseiras, fitas de cabelo, etc..

 

Como podemos prevenir?

Devemos ensinar as nossas crianças que os objetos pessoais e os de higiene, não são para serem partilhados e porque não o devem fazer.

Existe também no mercado, uma basta gama de produtos que, para além de ajudarem na sua eliminação, também ajudam na sua prevenção.

Os pais devem verificar várias vezes as cabeças das crianças e se elas apanharem piolhos, devem todos que vivem na mesma casa, se prevenir.

 

Qual a melhor forma de eliminar os piolhos?

Sem dúvida alguma que a chave da eliminação dos piolhos é o pente fino (normalmente vêm nas embalagens com os produtos). O couro cabeludo funciona como uma esponja que absorve tudo o que é colocado na cabeça, portanto antes de usar seja o que for, peça aconselhamento médico ou farmacêutico para a compra do produto adequado. Lembre-se, há muitos e muitos mitos, que não passam disso, tenha cuidado com as mezinhas caseiras.

 

Mitos: Verdadeiro ou Falso?

 

  • A falta de higiene provoca o aparecimento dos Piolhos. Falso! Os piolhos preferem os cabelos mais limpos.
  • Compartilhar objetos pessoais facilita a transmissão. Verdadeiro! Esta é a principal forma de transmissão.
  • Só as crianças é que apanham piolhos. Falso! Ninguém está imune ao piolho, seja criança, adulto ou idoso.
  • A anemia pode ser um dos sintomas da Pediculose. Verdadeiro! Por se alimentarem de sangue, uma grande infestação de piolhos pode provocar uma Anemia.
  • O Piolho Salta de uma pessoa para a outra. Falso! Apesar de ser um inseto, o piolho não tem asas para voar nem patas que consigam saltar.
  • No Verão há mais Piolhos. Verdade! A temperatura elevada pode acelerar a eclosão dos ovos.
  • Crianças com Piolhos não podem ir para a creche/escola. Falso! A Pediculose não é como uma Gripe que se transmite pelo ar, contudo os pais devem tentar eliminar os piolhos o mais rapidamente possível e avisar sempre na instituição, para que os outros pais possam ser alertados.
Partilhar este post...
Tópico anterior Próximo post

Comentarios

Deixe comentário